SPPC
Sociedade Portuguesa
de Psicologia Clínica

A Sociedade : Regulamento da Formação


WebdesignWebdesign:
D Arcy Albuquerque

Artigo 5º

Avaliação

 

1.   Formação Teórica e Teórico Clínica

Os Formandos deverão no final de cada ano de formação preencher uma ficha de avaliação, sob anonimato, relativa à frequência desse mesmo ano.


O Orientador do seminário deverá, no fim de cada seminário, preencher uma ficha de avaliação relativa a uma apreciação global do grupo.

 

2.   Memorial do 2º Ano

No final do 2º ano deve o sócio em formação apresentar um Memorial sucinto, de reflexão sobre a sua prática, que inclua o desenvolvimento do estudo de pelo menos um caso de consulta e ou psicoterapia, acompanhado em Supervisão e que integre uma reflexão sobre os conhecimentos adquiridos ao longo dos dois primeiros anos de formação.


Este Memorial será apresentado ao Supervisor (credenciado pela SPPC) que acompanha o candidato em formação, emitindo este um parecer que será ratificado em reunião de Direção.


Este Memorial deverá obedecer às normas científicas da APA e ter um limite de 12 páginas.

 

 

3.    Memorial de Final de Formação de Especialista

A atribuição do título de Especialista em Psicoterapia é condicionada à apresentação de um Memorial de fim de formação, baseado na teoria e prática adquiridas. Deverá incluir uma reflexão sobre o percurso pessoal como psicoterapeuta em formação e a apresentação de pelo menos um caso clínico (em Supervisão), com aprofundamento dos aspetos psicopatológicos.

 
Este Memorial será apresentado ao Supervisor (credenciado pela SPPC) que acompanha o candidato em formação, emitindo este um parecer que será posteriormente apreciado juntamente com o Memorial e debatido por um júri constituído por três elementos, todos eles Membros Especialistas ou Especialistas-Titulares. A presidência deste júri caberá a um Membro Especialista-Titular ou, em caso de necessidade, a um Membro Especialista com credenciação de Supervisor.

 
Poderão fazer parte deste júri elementos externos à SPPC, reconhecidos como possuidores de indiscutível mérito e competência, até ao limite de um terço da totalidade do júri.

 
Este Memorial deverá obedecer às normas científicas da APA e ser enviado ou entregue em quadruplicado.


Voltar
 ©2008 SPPC - Sociedade Portuguesa de Psicologia Clinica